Skip to Content

Category Archives: Sem categoria

Verde é Vida: Aposte em plantas na decoração

Cor vibrante e alegre, o verde evoca diversos significados: leveza, esperança, fertilidade e tranquilidade, além de estar associado à natureza. Principalmente quem vive em áreas urbanas sente falta dessa proximidade com nossas raízes, com o cultivo, o verde. Então, que tal incluir plantas na decoração? Hoje há uma infinidade de opções no mercado. Desde vasos já plantados (ornamentais, ervas e temperos), a jardins verticais e até hortas, que podem ser cultivados em casa, mesmo em espaços bem reduzidos.

O verde e a madeira natural
O verde das plantas faz uma combinação perfeita com móveis em madeira natural, de tons claros e neutros, criando um clima de tranquilidade e harmonia. Nem precisa de muito esforço: basta compor arranjos de folhagens em vasos de cor discreta, que o verde salta aos olhos!

Tons e cores
No décor, o verde sempre agrada, dando vida aos ambientes. Móveis neutros e em madeira natural permitem uma mistura de tons: verde mais escuro e sóbrio na parede, complementada por um quadro claro e vibrante, e diversos tipos de plantas, de diferentes portes, espalhadas pelo espaço.

Pequenas soluções
Na hora de escolher as espécies, leve em conta a quantidade de sol ou luz natural que cada uma delas necessita. Não precisa gastar muito para integrar a natureza aos espaços internos. Um arranjo simples, na mesa de centro, já dá um toque todo especial ao estar. Plantas também podem deixar o ambiente mais leve e “relax”, em espaço de tons sóbrios e escuros.
Fonte: http://www.liderinteriores.com.br/blog/verde-e-vida-aposte-na-natureza-na-decoracao/

READ MORE

Cidades e Pontes

Cidades e pontes. Uma íntima ligação entre encurtar caminho e beleza.

A ponte interliga, beneficia o trajeto a ser seguido e é considerado sinônimo de desenvolvimento nas grandes metrópoles. Em nossa capital temos a belíssima ponte sobre o Rio Negro, e sua construção beneficiou a região metropolitana de Manaus, bem como facilitou o trajeto rodoviário em direção ao interior do estado.

Ao redor do mundo existem vários tipos de pontes, para cada tipo de situação, inclusive. Ponte com curvas, em alto ou baixo relevo, pontes com vários formatos e que chamam a atenção de visitantes. Uma matéria publicada no blog Casa Vogue que lista 10 pontes, e suas particularidades, com estruturas bem diferenciada dos padrões tradicionais.

Vamos saber um pouco mais sobre elas.

1. Henderson Waves – Singapura: Com 36 m de altura, a ponte Henderson Waves é a passarela de pedestres mais elevada de Singapura. Foi construída para unir dois dos principais bairros da cidade, o Mount Faber e o Telok Blangah Hill. Seus sete volumes ondulados, além de criarem uma identidade única, funcionam como salões onde os transeuntes podem se sentar e observar a paisagem. Durante a noite, a iluminação com lâmpadas LED cria um efeito visual único entre as ripas de madeira amarelada que definem a ponte.

2. Juscelino Kubitschek – Brasília. Também conhecida como Ponte JK, a estrutura atravessa o Lago Paranoá em um percurso com mais de 1.200 m, sendo um dos principais símbolos de Brasília. Inaugurada em 2002, conecta as áreas do Paranoá, do Lago Sul e do São Sebastião ao Eixo Monumental.

3. Millau – França. Mais elevada ponte de veículos do planeta, o Viaduto de Millau tem 343 m de altura e foi projetado pelo arquiteto inglês Norman Foster, em parceria com o engenheiro francês Michel Virlogeux. Feita para facilitar a travessia do vale do rio Tarn, ela é uma grande ponte suspensa feita de diversas estruturas estaiadas, e, por isso mesmo, é considerada uma das principais obras de engenharia do século 20.

4. Octávio Frias de Oliveira – São Paulo. Localizada sobre o rio Pinheiros, a ponte Octávio Frias de Oliveira é a única estrutura estaiada do planeta a ter duas pistas, em curva, conectadas a um mesmo mastro. Levou três anos para ser construída e foi inaugurada em 2008, tornando-se um cartão postal de São Paulo.

5. Donghai – China. Donghai é a segunda ponte mais extensa do mundo sobre o mar, tendo perdido o primeiro lugar, em 2008, para a ponte sobre a Baía de Hangzhou. Com 31,5 km, ela concentra o porto de Xangai às ilhas Yangshan, onde está sendo construído o maior porto de águas profundas do planeta.

6. Magdeburg – Alemanha. Localizada na Alemanha, a ponte possui a estrutura de um aqueduto – como o da Lapa, no Rio de Janeiro -, mas foi projetada para ser cruzada por grandes embarcações. Inaugurada em 2003, e medindo um total de 920 metros de comprimento, ela é a maior travessia navegável já feita pelo homem, e conecta dois canais – o Elbe-Havel e o Mittelland – ao passar por cima do Rio Elba, um dos mais importantes da Europa, próximo à cidade de Magdeburg.

7. Banpo – Coreia do Sul. Um dos símbolos de Seul, a ponte Banpo foi construída em 1982 e cruza o rio Han, ligando os distritos de Seocho e Yongsan. Durante a cheia do rio, ela se mantem parcialmente submersa, enquanto no resto do ano, ela conta com um sistema de fontes luminosas que colore a travessia e é uma das principais atrações beira-rio na capital sul-coreana.

8. Chengyang, China. O visual da ponte Chengyang é milenar, mas sua construção começou há menos de 100 anos, em 1916. Isso porque ela segue o estilo arquitetônico das cidades construídas pela etnia Dong, uma população que há milênios vive na China e que tem a tradição de construir travessias cobertas. Feita somente de pedra e madeira, a passarela tem três andares e conta com 19 terraços, que funcionam como mirantes.

9. Forth – Escócia. Erguida entre 1958 e 1964, a ponte Forth conecta as cidades de Edimburgo e Fife, na Escócia. Durante séculos, o trajeto foi feito por um sistema de barcas que atualmente está desativado. A ideia de construir uma ponte no local remonta ao século 11, mas somente no século 19 começou a se concretizar. O projeto, porém, só saiu do papel a partir de 1947. Inaugurada pela Rainha Elizabeth II, a ponte é considerada um marco da engenharia britânica.

10. Vecchio, Florença. A história da Ponte Vecchio (em português, Ponte Velha), que cruza o Rio Arno, remonta à Roma Antiga. Construída originalmente em madeira, ela pegou fogo em 1333, e foi reerguida em 1345, ganhando as feições atuais. Desde então, abriga joalheiras e ateliês de ourives, e é um dos símbolos de Florença. Sua forma consiste em três arcos tipicamente medievais, sendo que o maior deles tem mais de 30 m de diâmetro.

Espalhadas por todos os cantos do mundo, as pontes fazem parte da história da humanidade, e costumam ser associadas, sobretudo, à sua função – a de vencer obstáculos naturais ou construídos, como rios, vales ou até bairros inteiros.
Fonte: http://casavogue.globo.com/Arquitetura/noticia/2012/10/top-10-mais-belas-pontes-do-planeta.html

READ MORE

Paisagem de tirar o fôlego. No quintal de sua casa.

Estar em contato com a natureza, desfrutando de um belo cenário, contemplando o verde das árvores, a calmaria das águas, é divinamente prazeroso. Ainda mais quando esse ambiente é o nosso local de moradia.

Vivemos em um mundo corrido, com tantos afazeres e preocupações em resolver tudo o que nos é designado. Enfrentamos lutas diárias e sempre com o objetivo de vencê-las e assim nos tornar cada vez mais fortes.

Sempre, ao findar de cada batalha diária, merecemos o mérito, recompensador, por nossas lutas. E cada conquista que conseguimos é mais um desejo de irmos mais adiante. E uma das maiores conquistas do ser humano é a busca por viver bem.

E se tratando de vitórias e conquistas, obviamente estaremos bem quando isso for real. E estar de bem com a vida é o que mais almejamos. Isso também está relacionado com o nosso espaço, o nosso hábitat.

Viver bem, em um espaço conquistado pela gente, quem não deseja isso? Ainda mais quando o espaço conquistado é de encantar os olhos; E quando o cenário nas imediações da nossa habitação é prazeroso, instantaneamente o nosso estado de espirito se torna mais leve.

Por isso, conquiste. Lute sempre. A busca por escolher a nossa habitação é medida de acordo com os nossos esforços. Investir em moradia é a melhor conquista para a vida. Proporcione o melhor para você e para quem você ama.

A Constrói oferece a você o melhor conceito em viver bem. Atravesse a ponte, siga o caminho, e durante o seu percurso estabeleça a sua meta e conquiste o seu território.

READ MORE

Cidade Universitária em Iranduba

Um novo conceito urbano que fortalece o desenvolvimento regional e que ainda está em andamento, A Cidade Universitária será uma cidade planejada e composta por uma infraestrutura urbana completa. Com perspectiva de se tornar, muito em breve, mais um polo de desenvolvimento econômico do estado.

Com criação no município de Iranduba, a Cidade Universitária estará localizada nas margens do Rio Negro, e representará a consolidação da região metropolitana da cidade de Manaus, respeitando todos os critérios do plano diretor urbano e com uma área de 13 milhões de metros quadrados.

Seu diferencial em urbanização ainda compreenderá centros comerciais e entre outros serviços, e que também será uma referência de turismo e lazer.

E a Constrói Incorporadora oferece uma boa oportunidade de moradia próximo da região que mais se desenvolve nas imediações da capital amazonense. Do outro lado do rio há um novo conceito em viver bem.

Faça-nos hoje mesmo uma visita e conheça os nossos empreendimentos, e venha morar próximo da Cidade Universitária. Conquiste o seu território e construa com a Constrói.

Estamos localizados na Rua Autazes Quadra 19 Lote 26 – Residencial Amazonas em Iranduba – AM.

READ MORE

Roupas Para Passar

Ninguém gosta de fazer os serviços domésticos e infelizmente não podemos fugir deles. Passar roupa entra no top da chatice e dor nas costas, nunca parece estar passada direito e muitas vezes só lembramo-nos de passar na hora que estamos atrasados ou morrendo de sono.

Eis alguns truques que podem ajudar nessa árdua tarefa:

1. Tudo começa na hora de lavar a roupa: Se colocar muitas roupas na máquina elas vão ficar torcidas, coloque a quantidade indicada sempre.

2. Na hora de pendurar as roupas, se você tiver espaço, uma ótima dica é colocar as camisetas e camisas em cabides, assim elas não vão deformar, e além de secar + rápido vão ficar menos amassadas.

3. Vocês se lembram da sacudida que a vovó sempre dá nas roupas antes de colocá-las no varal? Pois é, isso não é besteira de vó não! É a voz da experiência a “socudida” ajuda a tirar boa parte do amassado de suas roupas.

4. Ao recolher as roupas, dobre logo que recolher e separe as que necessitam serem passadas e as que já podem ser guardadas, assim fica mais fácil na hora de passar.

5. Se você tirar as roupas do varal logo que elas secaram, na hora de passar vai ficar bem mais fácil! E se puder e tiver uma rotina de passar roupas (tipo todo domingo), tire a roupa ainda ligeiramente úmida (não pode ser molhada). Isso vai facilitar e ainda economizar energia, pois a roupa vai passar mais rápido.

6. Outra forma de economizar energia, caso você não tenha aquelas mantas de passar roupa, é colocar um pedaço de papel alumínio e sobre ele o pano que irá utilizar para passar. O papel alumínio vai ajudar a manter a temperatura e você não vai precisar ficar virando a roupa.

7. Mas se você nunca passa a roupa na hora que recolhe, utilize um borrifador com água e um pouco de amaciante. Basta dar uma “borrifadinha” nas roupas e passar (a dica é antiga, mas sempre ajuda).

8. Se você estiver em uma viagem, a dica é pendurar a roupa em um cabide e na hora de tomar banho a deixe no banheiro pendurada. O vapor do chuveiro vai desamassar bem sua roupa.

9. Para roupas difíceis de passar, borrife um pouco de água na roupa seca, enrole e coloque em um saquinho bem fechado e deixe a roupa na geladeira (não no freezer), por pelo menos 1 hora, na hora de passar acredite vai ficar bem mais fácil.

10. A camisa social é a peça considerada mais complicada de ser passada. A ordem correta para passar a camisa e deixá-la impecável, é começar deixando o colarinho reto, sem dobrar. Em seguida passe os punhos, mangas, parte frontal. Passe por último a parte das costas, finalize dobrando o colarinho e pendure a camisa imediatamente no cabide.

Coloque sua banda preferida no som e mãos a obra! Porque não tem como você dar a velha desculpa de não saber passar roupas. Arregace as mangas e boa sorte.

Fonte: Receita de Minuto

READ MORE

Armário da Cozinha

Quando não há ordem nos armários da cozinha, a rotina pode virar um caos: é a pilha de frigideiras que despenca; a gaveta lotada que trava; os potinhos de temperos que insistem em desaparecer… Situações que rendem muita irritação e perda de tempo! Escapar dessa cilada vale a pena e é mais fácil do que parece. A seguir, ensinamos a cartilha básica de uma arrumação impecável. Confira algumas dicas:

Utensílios e mantimentos compartilham o mesmo armário? A primeira providência é acomodá-los em prateleiras separadas. A prateleira mais baixa destina-se aos acessórios pouco usados. Se você faz grandes investidas culinárias diariamente, por exemplo, vale a pena usar o espaço para enfileirar assadeiras e fôrmas. A área ainda pode abrigar panela de pressão e produtos de limpeza para reposição – devidamente acomodados em um cestinho.

Nas prateleiras ao alcance das mãos, guarde o que entra e sai do armário com frequência, como temperos, guardanapos e mantimentos em uso. Cestinhas podem ajudar a separar cada conjunto. Identifique os recipientes que armazenam alimentos diferentes. Há modelos que já vêm com essa indicação (potes de arroz, feijão, açúcar, por exemplo), mas também é possível usar a criatividade e inventar etiquetas charmosas.

Para ganhar espaço e dar um ar de casa da vó, coloque os alimentos abertos em vasilhas com tampa. Não precisa ser daquele tipo que já determina o que deve ser colocado, com tiras de papelão, caneta e fita dupla face, faça etiquetas e personalize seus potes.

Reserve um dos nichos para as travessas e tigelas de louça e vidro – lembre-se de que elas são frágeis e tome cuidado para não exagerar no tamanho das pilhas. Reúna as peças de acordo com o material, o formato e o tamanho.

Os potes de plásticos, às vezes de sorvete, ideais para fazer uma quentinha para os familiares, se acumulam no armário e pode atrapalhar a dinâmica da cozinha. Empilhe-os de forma organizada e não os tampe. Com um cestinho organizador coloque as tampas em ordem de tamanho.

Os condimentos de uso diário podem ficar acomodados em cestinhos organizadores. Tire-os dos saquinhos de origem e coloque em potes funcionais. – Uma ideia de reaproveitamento muito boa é utilizar a vasilha em que vêm os talheres recém-comprados, depois de devidamente higienizada, para guardar espaguete.

Uma boa forma de organizar a parte de cima do armário é deixar os objetos de uso cotidiano. Pratos organizados por ordem de tamanho e xicaras já acompanhadas de seus pratinhos facilitam o dia a dia. O módulo aéreo é perfeito para acomodar aparelho de jantar, copos e outros itens usados todos os dias, que devem estar sempre acessíveis. Um truque para ganhar espaço é sobrepor duplas de xícaras e pires.

Dispor de um divisor de talheres é a melhor forma de organizar os utensílios. Separe garfos, facas e colheres dos talheres de sobremesa e dos utensílios maiores como facas gourmet. Usar a primeira gaveta é mais pratico no dia a dia.

Reserve uma gaveta para panos de prato, toalhas de mesa e aventais e outra para jogos americanos – caso o material permita, enrole-os e prenda-os com um elástico. Rolos de plástico filme e de papel-alumínio também podem ficar ali. Dobrados de forma correta e colocadas na segunda gaveta panos de prato, jogos americanos, luva de cozinha e aventais ficam com acesso fácil.

Há prateleiras abertas? Exiba só o que agradar aos olhos. Organização é fundamental, mas, se aliada à beleza, fica melhor ainda. Sobre bancadas compactas, a regra é não entulhar. Reserve espaço apenas para o que for indispensável à lavagem da louça, como detergente, esponja e escorredor.

Fonte: Casa Abril

READ MORE

Gaveta de Roupas Íntimas

Na pressa do dia a dia, a última coisa que a gente se preocupa é com a arrumação do guarda-roupa, ainda mais das roupas íntimas. Tá certo que organizar calcinhas, meias e sutiãs não é tarefa das mais agradáveis.

Mas elas estiverem organizadas o ganho de tempo será enorme e as peças vão durar por muito mais tempo. Então, caso esse seja seu maior problema, confira as dicas abaixo e nunca mais se perca em meio as suas roupas íntimas.

1) Pode acreditar. A melhor forma de guardar lingeries é nas gavetas. Se não houver muitas ou se o espaço for estreito, a dica é usar colmeias (organizadores de gavetas). Eles permitem separá-las por cor, material e você nem precisa revirar a gaveta em busca daquela que se quer usar.

2) Faça os conjuntos de calcinhas e sutiãs e guarde-os sempre juntos. O importante é manter as peças dobradas e alinhadas para que seja fácil de ver e encontrar tudo.

3) Para guardar sutiãs com bojo sem estragar, nunca dobre um bojo para dentro do outro. Se houver espaço suficiente na gaveta coloque as peças abertas, enfileiradas ou sobrepostas em até duas peças, desde que não amasse detalhes em renda ou laços. Existem no mercado estojos organizadores próprios para esse tipo de lingerie.

4) Jamais guarde suas roupas íntimas em sacos plásticos, pois elas podem mofar e acumular fungos. Peças muito delicadas devem ser guardadas em saquinhos de tule e, ao fazer a mala ao viajar, não se esqueça de protegê-las separando-as de outras roupas.

5) Lave sempre as peças novas antes de guardá-las para evitar que algum tipo de irritação ou alergia ocorra quando forem vestidas.

6) Roupas íntimas devem ser lavadas à mão e separadas das demais roupas. Mesmo os ciclos mais delicados da máquina de lavar podem causar estresse danificando os fechos, elásticos e detalhes. Após a lavagem, aperte-as para tirar o excesso de água sem torcer.

7) Dispense a lavagem das peças íntimas no banho, pois o sabonete pode manchar e a água quente pode danificar o tecido e desfiar rendas e bordados.

8) Evite que as peças se deformem pendurando na vertical no varal e com o mínimo de prendedores possível e seque à sombra para não desbotar. Na hora da lavagem, prefira usar sabão neutro ou produtos específicos para roupa íntima. E evite usar o ferro de passar. Procure seguir as orientações das etiquetas das peças para lavar e secar.

Por Natália Farah – Blog Vila Mulher

READ MORE

O que é ecoturismo

Você sabe o que é Ecoturismo?

“Ecoturismo é um segmento da atividade turística que utiliza, de forma sustentável, o patrimônio natural e cultural, incentiva sua conservação e busca a formação de uma consciência ambientalista por meio da interpretação do ambiente, promovendo o bem estar das populações”. (EMBRATUR e Ministério do Meio Ambiente).

Pouca gente sabe, mas moramos em uma região onde o ecoturismo tinha tudo para ser explorado. Moramos no meio da Amazônia e por isso deveríamos ser bem a frente de outras regiões. Infelizmente isso não acontece.

O contato com ambientes naturais e a realização de atividades que promovam a vivência e o conhecimento da natureza pela proteção das áreas onde ocorre, contribuem positivamente para o bem estar ambiental, social, cultural e econômico dos destinos das comunidades locais ao redor do mundo.

Você gosta de participar de programas assim?
Fonte: http://goo.gl/Qp5Nz8

READ MORE

Reciclagem

A reciclagem consiste em transformar objetos materiais usados em novos produtos para o consumo. Tudo que pode ser transformado e reutilizado passa por um processo de reciclagem. Essa necessidade foi despertada pelos seres humanos a partir do momento em que se verificaram os benefícios que esse procedimento trás para o planeta Terra (visto que estamos passando por mudanças e tragédias em nosso mundo ~muitas vezes por falta de cuidado do homem).

Além de preservar o meio ambiente, a reciclagem também gera riquezas, os materiais mais reciclados são o vidro, o alumínio, o papel e o plástico. Esta reciclagem contribui para a diminuição significativa da poluição do solo, da água e do ar. Muitas indústrias estão reciclando materiais como uma forma de reduzir os custos de produção. Outro benefício da reciclagem é a quantidade de empregos que ela tem gerado nas grandes cidades. Muitos desempregados estão buscando trabalho neste setor e conseguindo renda para manterem suas famílias. Cooperativas de catadores de papel e alumínio já são uma boa realidade nos centros urbanos do Brasil.

A construção civil tem papel relevante em termos econômicos e sociais para o país, pois é grande geradora de postos de trabalho e riqueza. É um dos setores que mais cresceu, nos últimos anos. Sob ponto de vista ambiental, no entanto, é um dos setores que mais gera resíduos. Infelizmente na maioria das vezes esses entulhos são indevidamente descartados em terrenos baldios, áreas de preservação permanente e públicas.

Nos últimos anos, a conscientização sobre a importância da gestão de resíduos da construção civil tem crescido e as soluções começam a surgir na forma de empreendimentos de reciclagem, que reaproveitam tais materiais, reintroduzindo-os em novos ciclos produtivos para fabricar novos produtos. Os entulhos da construção civil são matéria-prima de qualidade para agregados, como areia e brita, que podem ser reaproveitados na pavimentação, contenção de encostas, canalização de córregos e uso em argamassas e concreto.
Fonte: http://goo.gl/yvTwtb

READ MORE

Cores e pinturas para quarto de bebê

Quando se pensa em quarto de bebê já se imagina clores claras, vários ursinhos de pelúcia e móveis brancos. Mas que mãe não quer ter um quarto todo rosa (quando a criança é mulher) ou todo azul (quando a criança é homem)?

Pois bem, as clores cleans são sempre bem vindas, mas o que não se deve esquecer são os forros e proteções para o bebê. Deve forrar a parede do trocador de fraldas para evitar qualquer batida. Outra ideia de proteger parede da cama ou berço é usar lambris de lata em meia parede (placas de MDF com pintura de lata que fecha os poros da madeira). Além da proteção, o uso do material confere aconchego, pois é mais quente do que encostar-se à parede fria
Fonte: http://goo.gl/r8wfXj

READ MORE